ESPERAMOS QUE VOCÊ DEIXE SUAS OPINIÕES, IDÉIAS E QUE VENHA PARTICIPAR CONOSCO DEIXANDO SUAS PROPOSTAS

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Os livros de geografia dos Estados Unidos estão mostrando o mapa do Brasil e do Peru amputando a Amazônia e o Pantanal

Os livros de geografia dos Estados Unidos estão mostrando o mapa do Brasil e do Peru amputando a Amazônia e o Pantanal. Em suas escolas estão ensinando que estas áreas são internacionais, em outras palavras, eles estão preparando a opinião pública americana, para que dentro de alguns anos, eventualmente, possam se apoderar destes territórios brasileiro e peruano, com o pretexto de que estas áreas são de “Res communis hunanitatis”, isto é, pretendem que esta região seja coisa comum da humanidade, semelhante ao que aconteceu com o espaço ultraterrestre.

Nos livros se menciona que esta está localizada na América do Sul, uma das regiões mais pobres do mundo, e que faz parte de oito países diferentes e estranhos, inrresponsáveis, cruéis e autoritários, povos cruéis, de tráfico de drogas e também, são povos incultos e ignorantes, podendo causar a morte de todo o mundo dentro de poucos anos…

Só tem que observar a página 76 do livro “didático” americano “Introdução a Geografia”, do autor David Norman, utilizado na Junior High School” (Equivalente ao 6° grau do primário).

Isto explica a “Operação Colômbia?”: Tropas americanas (80 mil homens! No Suriname – Guiana); a apropriação da base da Força Aérea Brasileira; lançamento de foguetes de Alcântara; a intenção dos Estados Unidos de colocar um escritório da CIA na tríplice fronteira (Foz do Iguaçu) e a implantação de DUAS bases militares na Argentina, uma na Patagônia e outra próxima de Buenos Aires, o que nos permite começar a pensar que se tem que abrir um debate claro dos países sul-americanos desta eventual ameaça.  

A legenda a baixo do mapa é a introdução da geografia de David Norman, utilizado na Junior High School:

“Podemos ver a localização da reserva internacional. Forma parte de 8 países da América do Sul: Brasil, Bolívia, Peru, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa. Alguns dos mais pobres e miseráveis países do mundo”.

Este é o texto de geografia de 6° grau nos EUA, no qual se ensina que eles tomaram o controle da Amazonas para salvaguardar a água e o oxigênio do planeta. Se alguém tem duvida que nos Estados Unidos existam mapas do Brasil e do Peru sem a Amazonas, vejam a página do livro, onde a Amazônia está marcada como sendo de responsabilidade dos Estados Unidos e das Nações Unidas.
 A Amazônia é a reserva de oxigênio que a humanidade necessita para combater o desastre ecológico e, primeiramente, as consequências da mudança climática, que nos afetam pela atitude inrresponsável dos Estados, especialmente, os industrializados, que as levam a produzir estes textos escolares americanos porque estão educando em uma expressa violação da integridade territorial e soberania que têm o Peru, Brasil e outros países amazônicos.

Exortamos a Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, que se pronuncie e esclareça que esta distorção dos textos escolares não é uma política do Estado e, em todo caso, nas escolas públicas dos Estados Unidos não se deveria educar as crianças em princípios e valores que afetam a soberania e a dignidade dos povos do sul.

Fonte:

Tradução:

Luis Carlos (Redação do blog o povo na luta faz história)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Página Anterior Próxima Página Home